Crise continua mesmo com volta do crescimento

SÃO PAULO, 2 de outubro de 2009 - O diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, afirmou hoje que embora a recessão mundial tenha chegado ao fim, a crise continua e alertou que o desemprego seguirá crescendo "durante meses".

"A economia passou o ponto de inflexão", disse o chefe do FMI em entrevista coletiva prévia à Assembleia Anual do organismo e o Banco Mundial, acrescentando que "isso não significa que a crise tenha terminado".

(Redação - Agência IN)