Indústria capta R$ 4,643 bilhões em trinta dias

SÃO PAULO, 1 de outubro de 2009 - A indústria de fundos de investimento registrou captação líquida (diferença entre entradas e saídas) de R$ 4,643 bilhões nos últimos trinta dias até 25 de setembro. As categorias que mais captaram foram: Multimercados (R$ 9,132 bilhões), Previdência ( R$ 6,132 bilhões) e Referenciado DI (R$ 943,7 milhões). Já os que mais perderam foram: Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (R$ 5,782 bilhões) e Renda Fixa (R$ 5,120 bilhões). Os dados são da Associação Nacional dos Bancos de Investimento (Anbid).

Nos últimos 12 meses até o dia 25, a indústria captou R$ 33,030 bilhões. Os Multimercados - que aplicam em vários ativos tanto de renda fixa quanto de renda variável - foram os que mais registraram entrada, R$ 27,994 bilhões líquidos. Os FIDC ocupam a segunda posição do ranking, com captação de R$ 19,738 bilhões, seguidos pelos de Previdência, com saldo de aplicações de R$ 19,491 bilhões. No período, os fundos de participações captaram R$ 14,532 bilhões.

Entre os investimentos mais conservadores, houve saída de R$ 37,887 bilhões nos fundos de Renda Fixa e mais R$ 13,630 bilhões dos referenciados DI. Já os fundos de curto prazo captaram R$ 2,052 bilhões nos últimos 12 meses.

Segundo a Anbid, a indústria de fundos doméstico possui R$ 1,304 trilhão de patrimônio líquido (97,52%). Os fundos Off-Shore somam patrimônio de R$ 33,210 bilhões, com participação de 2,48% no volume total.

(Simone e Silva Bernardino - Agência IN)