FMI melhora projeções para economia da América Latina

REUTERS

ISTAMBUL - O Fundo Monetário Internacional (FMI) elevou suas projeções de crescimento para a América Latina, afirmando que a economia da região está se expandindo a velocidades moderadas, estimulada por medidas de estímulo governamentais adotadas 'na hora certa'.

A melhora nas condições nos mercados financeiros globais e de commodities também estão apoiando o desempenho da América Latina, disse o FMI no relatório de Perspectivas Econômicas Mundiais. O documento ressalta ainda que os riscos de revisão para baixo de suas perspectivas estão retrocedendo.

- Há indicações de que a recuperação teve início no segundo trimestre de 2009 e deve assumir ritmo moderado na segunda metade do ano, liderada pelo Brasil - apontou o FMI no documento.

A instituição afirmou também que muitos países da América Latina estão aptos a mitigar o impacto da crise com políticas monetárias anticíclicas.

As estimativas do FMI para a economia da América Latina são de contração de 2,5% neste ano e expansão de 2,9% em 2010

O fundo ampliou sua estimativa de crescimento para o Brasil, para retração de 0,7% neste ano, comparado com previsão anterior de recuo de 1,3%, e crescimento de 3,5% em 2010.

- O Brasil vai liderar a recuperação em parte por causa de seu grande mercado doméstico e da diversidade dos produtos exportados e mercados, especialmente a Ásia - disse o FMI.