Crescimento deve ocorrer em janeiro de 2010

SÃO PAULO, 1 de outubro de 2009 - A perspectiva da atividade econômico medida pelo Serasa Experian mostrou crescimento de 0,2% em julho deste ano, atingindo o valor de 99,9. Foi o oitavo crescimento positivo mensal consecutivo do indicador após ter atingido, no período de outubro de 2008 a dezembro de 2008, o valor 98,3, o menor de toda a série histórica iniciada em janeiro de 1996.

Segundo o Serasa, como o Indicador prevê, num horizonte de seis meses, em que fase do ciclo se encontrará a economia brasileira, o valor de 99,9 atingido em julho significa que no início de 2010 a economia brasileira terá retornado ao seu patamar de equilíbrio de longo prazo (hiáto do produto praticamente nulo), cuja trajetória de expansão representa, segundo o consenso existente hoje entre os economistas, um ritmo de crescimento ao redor de 5% ao ano.

É importante ressaltar que todos os Indicadores Serasa Experian de Perspectiva oscilam ao redor do nível 100, o qual representa a estimativa pontual de equilíbrio de longo prazo para cada uma das variáveis-objetivo.

Em se tratando da atividade econômica, o fato do Indicador Serasa Experian de Perspectiva da Atividade Econômica ter atingido, em julho de 2009, praticamente o equilíbrio, é de vital relevância para o delineamento dos rumos da política monetária a partir de 2010.

(Redação - Agência IN)