Gradual troca papéis da Cesp por Cteep

SÃO PAULO, 30 de setembro de 2009 - Em meio às perspectiva de upside limitado do Ibovespa, por conta da expressiva valorização acumulada no ano e múltiplos elevados, a corretora Gradual faz apenas uma alteração na carteira recomendada para esta semana, trocando os papéis da Cesp pela Transmissão Paulista (Cteep), priorizando o segmento de transmissão uma vez que as distribuidoras dependem de consumo de energia que ainda não dá sinais firmes de recuperação. O objetivo da corretora é manter a exposição ao setor de energia, segmento considerado mais defensivo.

Segundo a Gradual, três fatores podem fazer o mercado brasileiro recuar: o volume de IPOs no mercado brasileiro, medidas nos EUA e Europa que eventualmente possam reduzir a liquidez do sistema - visto que a liquidez é fundamental para elevar o valor dos ativos - e divulgação de resultados abaixo do esperado para as empresas norte-americanas no terceiro trimestre.

"Apesar de ainda manter uma posição positiva para a Cesp, no curto prazo, as ações podem sofrer com a falta de avanços na discussão a respeito do processo de renovação de concessões.

As demais recomendações são: Vale (15%), Petrobras (10%), Ceetp (10%), Copasa (10%), Suzano (10%), Itaúsa (10%), Brookfield (10%), Tegma (5%), Bematech (5%), Saraiva (5%), Oi (5%) e Marfrig (5%).

Nos últimos sete dias, a carteira sugerida pela Gradual acumulou desvalorização de 0,98%, acima da queda de 0,42% do Ibovespa. No mês, o portfólio sobe 6,88% e no ano, 84,72%, enquanto que a bolsa se valorizou 8,4% e 55,81%, respectivamente. Desde 9 de setembro de 2008, a carteira acumulou 58,47%, enquanto que o Ibovespa subiu 26,43%.

(Simone e Silva Bernardino - Agência IN)