Concentração de terra fica praticamente inalterada

SÃO PAULO, 30 de setembro de 2009 - A concentração na distribuição de terra ficou praticamente inalterada nos últimos vinte anos (-2.360 municípios). A informação consta no Censo Agropecuário 2009 divulgado hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No período, os estabelecimentos com mais de 1 mil hectares ocupavam 43% da área total de locais agropecuários no País. Já os com menos de 10 hectares ocupavam somente 2,7% da área total.

Por sua vez, em relação ao número total de estabelecimentos, aproximadamente 47% tinham menos de 10 hectares, enquanto que os com mais de 1 mil hectares representavam cerca de 1% do total nos últimos vinte anos.

O documento apontou ainda que os cerca de 5,2 milhões de estabelecimentos agropecuários do Brasil em 2006 ocupavam 36,75% do território nacional, sendo que a atividade mais comum era a criação de bovinos.

Outro ponto foi que entre 1995 e 2006, os estabelecimentos agropecuários apresentaram quedas nas suas taxas de florestas, em 11%. As pastagens naturais (-26,6%) também registraram declínios. Já as áreas de pastagens plantadas teve alta de 1,8%.

(Redação - Agência IN)