Bancos aceitam regulação de gratificações

SÃO PAULO, 30 de setembro de 2009 - Os cinco maiores bancos britânicos aceitaram a limitação das gratificações decidida na cúpula do G20 em Pittsburgh, anunciou nesta quarta-feira o ministério das Finanças britânico.

As cinco entidades, HSBC, Barclays, Lloyds, RBS, e Standard Chartered se comprometeram a aplicar a partir deste ano as novas regras, destinadas a vincular os prêmios aos resultados a longo prazo, para evitar riscos excessivos, destacou o ministério em um comunicado.

O G20, que reúne as principais economias industrializadas e emergentes, se comprometeu sexta-feira a "impor normas internacionais rigorosas" aos prêmios dos banqueiros para evitar a repetição de fenômenos que conduziram à formação de bolhas financeiras e desembocaram na crise.

(Redação com agências internacionais - Agência IN)