Funcionários da TAP entram em greve em Portugal

JB Online

LISBOA - A companhia aérea portuguesa TAP ainda não tem números concretos sobre os voos afetados pela greve dos pilotos da companhia, mas até às 8h30 (4h30 em Brasília) desta quinta-feira, segundo o porta-voz da empresa, nenhum membro da tripulação se tinha apresentado ao serviço.

- Os efeitos da greve estão dentro das expectativas que a TAP tinha, ou seja uma adesão significativa, mas o objetivo da TAP é sobretudo de proteção aos passageiros e desejamos que até ao final do dia todos tenham a situação resolvida - disse o porta-voz da TAP, António Monteiro.

- À medida que verificamos que a tripulação não vai aparecendo, vamos tentando encontrar soluções para as pessoas - afirmou, acrescentando que a companhia está tentando encontrar 'voos através da Portugália ou outras companhias'.

A greve de dois dias dos pilotos da TAP, iniciada à meia-noite, foi convocada pelo Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) devido ao "impasse" no processo de revisão do Acordo de Empresa e ao "descontentamento" com a gestão do presidente-executivo da empresa aérea, Fernando Pinto.

Agência Lusa