Embraer planeja oferta de bônus globais

REUTERS

SÃO PAULO - A Embraer, terceira maior fabricante de aviões comerciais do mundo, afirmou nesta quinta-feira que planeja fazer uma oferta global de títulos de dívida, com vencimento em 2020, para pagar dívidas de curto prazo.

A empresa sediada em São José dos Campos contratou os bancos Morgan Stanley e Deutsche Bank para coordenar a oferta, que deve ser de entre US$ 500 milhões e US$ 750 milhões em títulos de dez anos, afirmaram duas fontes com conhecimento do assunto.

Os bancos marcaram para a semana que vem reuniões entre executivos da empresa e investidores em Nova York, Los Angeles, Boston e Londres, disseram as fontes, que prefiriram se manter anônimas já que os planos ainda estão sendo estabelecidos.

Os planos para a oferta seguem a concessão de grau de investimento pela Moody's Investors Service ao governo brasileiro no início da semana. Uma autoridade governamental disse que o país está considerando ir ao mercado global de bônus por pelo menos a quarta vez neste ano.

A Embraer pode estar aproveitando a melhora nas condições para empréstimos para vender títulos, afirmou uma fonte que recebeu uma abordagem de um dos bancos.