Exportações recuam 23% em julho

SÃO PAULO, 11 de agosto de 2009 - As exportações chinesas alcançaram em julho US$ 105 bilhões, representando uma queda de 23% na comparação com o mesmo mês do ano anterior, de acordo com informações divulgadas hoje pelo governo.

No entanto, o número representa uma alta de 10,4% em relação a junho.Ao mesmo tempo, as importações caíram 14,9% em ritmo anual.

A terceira maior economia do mundo registrou um excedente comercial em julho de US$ 10,6 bilhões, contra US$ 8,4 bilhões em junho e 13,4 bilhões em maio.

A economia da China, que depende muito das exportações, está sensivelmente afetada pela crise mundial.

Graças ao grande pacote de estímulo adotado pelo governo, a economia chinesa se recuperou no segundo trimestre e registrou um crescimento de 7,9% em ritmo anual, abaixo dos dois dígitos a que estava habituada, mas excepcional em um mundo em crise.

(Redação com agências internacionais - Agência IN)