Cautela mantém dólar próximo da estabilidade

SÃO PAULO, 28 de julho de 2009 - A falta de confiança que os problemas causados pela crise financeira internacional já tenham ficado para trás mantém os investidores cautelosos e a maioria dos mercados próximos da estabilidade. Instantes atrás, o dólar subia 0,16%, cotado a R$ 1,877 na compra e R$ 1,879 na venda.

Nesta manhã, ajuda a impor cautela aos mercados o balanço do Deutsche Bank. Apesar de o banco ter lucrado 66% a mais no segundo trimestre, as provisões também saltaram, passando de ? 135 milhões (US$ 192 milhões) há um ano para ? 1 bilhão (US$ 1,42 bilhão) no período encerrado em junho. Nos mercados acionários, as principais bolsas apontam para um dia de realizações, enquanto que o petróleo e algumas commodities registram perdas.

Na agenda do dia, relatório da S&P/Case-Shiller mostrou que os preços dos imóveis norte-americanos recuaram 17,1% em maio frente à igual período de 2008. reduzindo o ritmo de contração.

Os investidores também acompanham o segundo dia do encontro bilateral entre os EUA e a China. Ontem, líderes chineses concordaram que é cedo para qualquer país reverter às medidas de estímulo adotadas. Os países devem reiterar hoje o suporte a um dólar forte.

(Simone e Silva Bernardino - Agência IN)