Caso da Rio Tinto será tratado conforme a lei

SÃO PAULO, 17 de julho de 2009 - A China tratará o caso do executivo da mineradora Rio Tinto detido no país "de acordo com a lei", disse o porta-voz do Ministério do Comércio chinês, depois de a empresa afirmar que são infundadas as acusações de que o funcionário subornou siderúrgicas chinesas.

O porta-voz não comentou diretamente a declaração do presidente da divisão de minério de ferro da Rio Tinto, Sam Walsh, mas reiterou a posição da China de que o caso não afetará sua política sobre os investimentos estrangeiros. "A China sempre protegeu rigorosamente os direitos das empresas estrangeiras", afirmou.

"O caso da Rio Tinto é isolado e não afetará a política da China em relação aos investimentos estrangeiros, nem mudará o ambiente para os investimentos estrangeiros na China", acrescentou.

(Redação - Agência IN)