Lucro da Aracruz sobe para R$ 595 milhões

SÃO PAULO, 16 de julho de 2009 - A Aracruz Celulose (ARCZ3, ARCZ5 e ARCZ6) anunciou hoje lucro líquido de R$ 595,5 milhões no segundo trimestre de 2009, mostrando que a empresa conseguiu reverter o prejuízo registrado no trimestre anterior (R$ 1,7 milhão). Além disso, o dado aponta um crescimento no lucro líquido, quando comparado com o mesmo período do ano anterior, quando reportara R$ 262,1 milhões.

Segundo a companhia, o desempenho no trimestre reflete "os ganhos financeiros decorrentes principalmente da valorização do real".

No mesmo sentido, no primeiro semestre deste ano, o lucro líquido passou de R$ 430 milhões nos seis primeiros meses de 2009 para R$ 593,7 milhões.

A receita líquida sofreu uma variação negativa de 12% de abril a junho de 2009, somando R$ 780,4 milhões. No ano, a receita acumula R$ 1,63 bilhão.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) ajustado (incluindo Veracel) atingiu R$ 205,9 milhões no segundo trimestre deste ano, o que significa uma redução de 42% frente ao mesmo período do ano anterior. No primeiro semestre, o Ebitda ajustado totaliza R$ 453,2 milhões. A margem Ebitda ajustada foi de 26% e 28% no trimestre e no semestre, respectivamente.

De acordo com comunicado, as vendas de celulose no trimestre somaram 832 mil toneladas, com expansão de 8% face a igual época do ano anterior. Nos seis primeiros meses, as vendas cresceram 9,57%. Já as vendas de papel de abril a junho recuaram 7%, quando foram comercializadas 14 mil toneladas, enquanto que no semestre, as vendas de papel caíram 3,44%.

A produção de celulose (incluindo Veracel) declinou 1% no segundo trimestre, para 780 mil toneladas. Na mesma direção, a produção mostrou decréscimo de 5% nos seis primeiros meses deste ano, em relação aos mesmos meses do ano passado, para 1,50 milhão de toneladas.

(Redação - Agência IN)