Brasil fica à frente dos EUA no 'índice Big Mac' da 'Economist'

Portal Terra

SÃO PAULO - A valorização do real nos últimos meses fez com que o Brasil fique à frente dos Estados Unidos no "índice Big Mac" criado pela revista americana The Economist. O ranking, divulgado nesta quinta-feira, é baseado no valor do sanduíche convertido para dólares. Nos EUA, um Big Mac é vendido, em média, por US$ 3,57. No Brasil, o preço médio do lanche é de US$ 4,02.

O país campeão no "índice Big Mac" é a Noruega, onde um lanche custa US$ 6,15. Em segundo aparece a Suíça, onde um Big Mac é vendido por 5,98; Dinamarca, com US$ 5,53 e Suécia, com US$ 4,93.

Acima do Brasil na lista de 21 países está somente a zona do euro, onde o preço médio de venda do Big Mac é de US$ 4,62. Além destes países, só a Grã Bretanha (US$ 3,69) e a Turquia (US$ 3,65) aparecem na frente dos EUA.

Na ponta de baixo da lista aparece Hong Kong, onde um lanche é bendido por US$ 1,72; China, com US$ 1,83; e Tailândia, com US$ 1,89.