Preço ao produtor paulista cai 0,94%

SÃO PAULO, 15 de julho de 2009 - O Índice Quadrissemanal de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR) encerrou a primeira semana de julho em queda de 0,94%. O IqPR-V (produtos de origem vegetal) registrou variação negativa de 3,52%, enquanto que o IqPR-A (produtos de origem animal) teve alta de 5,45% no período, segundo o Instituto de Economia Agrícola (IEA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

Quando a cana-de-açúcar é excluída do cálculo do índice, devido a sua importância na ponderação dos produtos, o IqPR fecha com variação positiva de 0,38% e o IqPR-V cai e fecha, negativamente, em 4,44%.

O comportamento da evolução dos índices quadrissemanais de preços recuaram, significativamente, em relação à quadrissemana anterior: o IqPR recuou 1,5 ponto percentual, o IqPR-V foi de 1,4 ponto percentual e o IqPR-A, apesar de positivo, perdeu 1,8 ponto percentual. Os recuos, segundo o IEA, se devem, em grande parte, às variações negativas registradas nos produtos de origem vegetal, principalmente a cotação da cana-de-açúcar. Para os produtos de origem animal, apesar de quase na totalidade dos produtos apresentarem variações positivas, elas foram menores do que as variações verificadas em junho (com exceção da carne suína), quebrando a tendência de crescimento.

Os produtos do IqPR que registraram as maiores altas nesta quadrissemana foram: carne suína (23,69%), feijão (16,72%), carne de frango (13,03%), leite tipo C (8,35%) e tomate (6,63%).

Os produtos que apresentaram as maiores quedas de preços na primeira quadrissemana de julho foram: laranja para mesa (19,64%), batata (11,34%), arroz (7,43%), banana (6,53%) e café (4,15%).

No período analisado, oito produtos apresentaram alta de preços (três de origem vegetal e cinco de animal), e 11 apresentaram queda (10 de origem vegetal e apenas um de origem animal).

(Redação - Agência IN)