Consumidores se mostram pouco à vontade para comprar

SÃO PAULO, 15 de julho de 2009 - Apesar da melhora do Índice Nacional de Confiança (INC), apurado pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP), os consumidores ainda demonstram se sentir pouco à vontade para fazer compras.

Na média de todas as regiões, o INC de junho registrou 123 pontos, contra 120 pontos de maio. Por regiões, o nordeste é a menos otimista, com 100 pontos, enquanto que na outra ponta, o norte e centro-oeste são as mais otimistas, com 143 pontos, seguido pelo sudeste com 138 pontos e pelo sul com 106 pontos. Por classes sociais, as categorias A e B registraram, em junho, 123 pontos, a classe C, a mais otimista com 128, e as classes D e F com 117 pontos.

O mês passado também indicou a possibilidade de volta as compras a prazo, voltando a predominar o número de consumidores que se sentem mais seguros no emprego, com 33%, contra 32% que se sentem menos seguros, após quatro meses de resultados contrários.

O número de pessoas conhecidas dos entrevistados que perdeu o emprego ainda registrou ligeira alta de 4,4 em maio para 4,5 em junho. Quanto ao futuro do emprego as chances de perder o emprego nos próximos seis meses são menores para 31% dos entrevistados e maiores para 27%. Ou seja, o consumidor avalia que daqui para frente quem não perdeu o emprego tem menos chances de ser demitido.

(Simone e Silva Bernardino - Agência IN)