Volume de cheques devolvidos recua em junho

SÃO PAULO, 8 de julho de 2009 - No mês de junho foram registrados 2.147.083 cheques devolvidos. Este volume aponta uma queda de 13,70% frente a maio de 2009 e, quando comparado a junho de 2008, um aumento de 0,82%, segundo dados da Equifax, líder mundial em informação e inteligência para decisão e gestão empresarial.

Historicamente junho registra declínio no volume de cheques devolvidos em relação ao mês de maio, quando ocorre um dos principais eventos de venda no comércio: o Dia das Mães.

Com maior volume de emissões de cheques, há significativo aumento nas devoluções. O movimento de ascensão apresentado no final do ano passado e no início deste ano, devido, principalmente, aos efeitos da crise financeira internacional, não se consolidou. Esse fato permite imaginar que o receio de uma expansão preocupante da inadimplência ao longo de 2009 não deverá ocorrer na prática.

A manutenção da renda real das famílias e a redução da inflação justificam tal situação, uma vez que, apesar da redução do ritmo de crescimento da atividade econômica, o movimento no varejo não sofreu queda significativa até o momento.

Quanto ao volume de títulos protestados, os dados mostram que em junho houve uma queda de 5,77% em relação ao mês passado e um aumento de 0,36% se comparado ao mesmo período de 2008. Em junho foram registrados 796.984 protestos, contra 845.757 em maio e 794.145 em junho do ano passado.

(MLC - Agência IN)