Lear recorre à lei de falência dos EUA

SÃO PAULO, 7 de julho de 2009 - Refletindo os impactos da crise financeira mundial, a fabricante de autopeças norte-americana Lear Corporation anunciou hoje que entrou com pedido de proteção à lei da falência, no Capítulo 11 (Chapter 11) no Tribunal de Falência de Nova York.

De acordo com comunicado, a companhia recebeu apoio de seus credores para a operação. "Pretendemos apresentar o plano no tribunal no prazo de 60 dias. Nossa meta é realizar a operação de forma rápida e com uma estrutura de capital adequada para apoiar nossos planos no longo prazo", afirmou Bob Rossiter, presidente e CEO da Lear.

Ontem, a companhia anunciou planos de reestruturação da dívida com os credores, no valor de US$ 3,6 bilhões.

(Redação - Agência IN)