Exportação de café bate recorde na safra 08/09

SÃO PAULO, 7 de julho de 2009 - As exportações de café no período de julho de 2008 a junho deste ano atingiram números recordes, com 31.380.505 de sacas vendidas e receita cambial de US$ 4.645.557. Se comparados aos últimos sete anos-safra, esses números mostram que o País superou as exportações de julho 2002 a junho de 2003, quando teve uma produção de 48.480.000 sacas e exportações de 29.488.956 sacas com receita de US$ 1.533.196. No comparativo dos dois períodos, a receita cambial mais que triplicou em relação à de julho de 2002 e junho 2003.

Na análise dos resultados de junho de 2008 e junho de 2009 também surgem números positivos: o País exportou no último mês 2.335.915, para uma receita de US$ 316.300. O volume é 26,8% maior que o vendido em junho do ano passado (1.841.671), e 4,4% superior à receita do mesmo mês em 2008 (US$303.003).

O Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé) também inclui no balanço mensal a participação percentual por qualidade nas exportações; em junho, o café do tipo arábica registrou 85% de participação; o solúvel teve 9% e o robusta, 6%.

O volume comercializado entre janeiro e junho foi de 14.837.646 (contra 12.950.217 do ano passado), aumento de 15%. Com relação à receita cambial, entretanto, houve queda de 5% entre a receita de janeiro/junho deste ano, de US$ 1.997.074.

O balanço aponta Europa (56%), América do Norte (21%) e Ásia (17%), como os principais mercados do Brasil. Entre os dez primeiros destinos, os Estados Unidos ocupam o primeiro lugar, tendo comprado 2.924.188 sacas entre janeiro e junho, variação positiva de 46,84% em relação a janeiro-junho de 2008 (1.991.402). Alemanha figura no segundo lugar, com 2.904.872 sacas, Itália com 1.321.330 sacas, e o Japão, que desbanca a Bélgica do quarto posto, tendo importado 1.169.947 sacas do produto.

O Porto de Santos foi o responsável por 73,8% do volume embarcado entre janeiro e junho, seguido pelo porto de Vitória, com 14%, e o Rio de Janeiro, com 9,5%.

(Redação - Agência IN)