Bolsas da Ásia fecham sem direção comum

REUTERS

TÓQUIO - As bolsas de valores da Ásia terminaram nesta terça-feira sem direção comum, com o iene em valorização, enquanto investidores se preocupam com o ritmo da recuperação da economia global.

O índice Nikkei, de Tóquio, fechou em baixa de 0,34%, a 9.647 pontos, conduzido por papéis de exportadores que foram pressionados pelo fortalecimento do iene frente a moedas de alta rentabilidade.

A Isuzu Motors registrou perdas após a notícia de que a Toyota Motor suspenderá planos de desenvolver motores a diesel junto com a fabricante de caminhões.

Mas a Asahi Breweries avançou puxada por notícias de que pode anunciar resultados mais fortes que o previsto. Ações consideradas defensivas, como as da farmacêutica Astellas Pharma, se fortaleceram diante da fraqueza do setor exportador.

O índice Taiex, de Taiwan, ganhou 0,98%, a 6.715 pontos, puxado por um avanço de 3,3% nas ações da HTC após a companhia ter registrado um lucro melhor que o esperado no segundo trimestre.

A bolsa de Seul subiu 0,37% depois que a Samsung Electronics, maior fabricante de chips de memória e televisores de tela plana do mundo, previu um resultado acima das expectativas no segundo trimestre. As ações da companhia saltaram mais de 8% nos últimos dois dias.

Já o mercado de Cingapura avançou 0,27%, Xangai recuou 1,13% e Hong Kong caiu 0,65%.