Lucro da RIM cresce, mas ações caem com projeções futuras

REUTERS

NOVA YORK - A Research In Motion (RIM), fabricante do BlackBerry, divulgou nesta quinta-feira lucro trimestral acima das expectativas, mas apresentou uma perspectiva que analistas disseram que pode desapontar alguns investidores.

As ações da RIM caíam cerca de 5% no after market, depois do fechamento do pregão regular da Nasdaq, enquanto o mercado digeria os números apresentados pela empresa.

A RIM teve lucro de US$ 643,03 milhões, ou US$ 1,12 por ação, nos três meses encerrados em 30 de maio. Há um ano, o lucro tinha sido de US$ 482,5 milhões, ou US$ 0,84 por ação.

A receita saltou para US$ 3,42 bilhões, ante US$ 2,24 bilhões na mesma base de comparação. A empresa conseguiu 3,8 milhões de novos assinantes para seus serviços inteligentes de telefonia, ampliando a base total para quase 29 milhões.

Para o segundo trimestre fiscal que vai até 29 de agosto, a RIM espera receita entre US$ 3,45 bilhões e US$ 3,7 bilhões e lucro por ação de US$ 0,94 a US$ 1,03.

O analista Peter Misek, da Canaccord Adams, disse que o resultado marcou um "trimestre sólido", mas que a projeção do atual período pode ficar um pouco abaixo do que alguns investidores estavam imaginando. No começo desta semana, a RIM acrescentou outro smartphone à linha de produtos BlackBerry.