Governo amplia financiamento e beneficiários do plano safra

Agência Brasil

BRASÍLIA - Os pequenos agricultores terão mais crédito para custeio e investimento na safra 2009/2010. Anunciado nesta quarta-feira, o Plano Safra do setor para o período é de R$ 15 bilhões, R$ 2 bilhões acima do valor do ano passado e mais de seis vezes acima do plano de 2002/2003 (R$ 2,4 bilhões).

Segundo o Ministério do Desenvolvimento Agrário, além da ampliação de recursos, mais agricultores serão beneficiados, inclusive de estratos mais altos. O plano deste ano amplia o limite máximo de renda bruta dos agricultores (variável conforme a cultura). Com isso, o ministério estima aumentar de 70 mil para 95 mil o número de famílias de classe média rural beneficiadas pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar.

Para os agricultores de baixa renda, beneficiários do microcrédito rural, o limite vai subir de R$ 1,5 mil para R$ 2 mil. Poderão dispor desses financiamentos (com juros de 0,5%) famílias de agricultores que tenham até R$ 6 mil de renda bruta ao ano.

Os agricultores familiares também poderão dispor de mais dinheiro para custeio e de seguro para investimentos.

O Ministério do Desenvolvimento Agrário também anunciou ampliação de linhas de crédito para as famílias chefiadas por mulheres, para atividades que preservam o meio ambiente e para a capitalização de cooperativas.