Petrobras teria que investir US$ 111 bi no pré-sal até 2020

Agência Brasil

DA REDAÇÃO - Para atingir a expectativa de produzir 1,8 milhão de barris de petróleo por dia até 2020, na região do pré-sal, a Petrobras terá que investir no período US$ 111 bilhões. A informação foi dada nesta segunda-feira durante o programa Roda Viva, da TV Cultura, pelo presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli.

- Este investimento é viável com o preço do petróleo no mercado externo abaixo dos US$ 45 o barril, que hoje no mercado externo está próximo dos US$ 70 - ressaltou Gabrielli. O presidente da Petrobras disse que somente o Teste de Longa Duração (TLD), que está em andamento tanto no Parque das Baleias (ES) quanto em Tupi, na Bacia de Santos (ambos no pré-sal), é que propiciará informações suficientes e precisas sobre a quantidade de poços que serão necessários por unidade flutuante de produção.

- É claro que nós esperamos que, com o conhecimento que será adquirido ao longo da realização destes testes, consigamos reduzir o número de poços e, consequentemente, até mesmo reduzir estes investimentos em bilhões de dólares - disse.

Ele lembrou, ainda, que somente um poço hoje para ser perfurado custa em torno de US$ 60 milhões e, para completar, o valor salta para US$ 100 milhões.

- Então se eu consigo reduzir 200 poços isto significa US$ 20 bilhões de economia.