Curva precifica corte de 0,75 ponto na Selic

SÃO PAULO, 29 de maio de 2009 - A curva de juros futuro mais curta já está bem precificada em relação a novas reduções na taxa Selic, atualmente em 10,25% ao ano. Para a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do próximo mês as apostas se concentram em corte de 0,75 ponto percentual. Na BM&FBovespa o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento em julho deste ano projetou juro anual de 9,71%, ante 9,74% do ajuste anterior. Janeiro de 2010 apontou taxa de 9,21%, contra 9,24% do último fechamento.

Hoje os agentes financeiros monitoraram o resultado de maio do Índice de Confiança da Indústria (ICI) que subiu 6,0% entre abril e maio de 2009, ao passar de 84,5 para 89,6 pontos, considerando-se dados com ajuste sazonal. Este é o quinto avanço consecutivo, confirmando portanto a tendência de recuperação da atividade industrial, com contínua melhoras nas avaliações sobre a demanda e o ambiente geral dos negócios.

Para a semana que vem os agentes aguardam os dados sobre a produção industrial de abril.

(Maria de Lourdes Chagas - InvestNews)