Brasil convidará petrolíferas a disputar concessões do pré-sal

Portal Terra

SÃO PAULO - O Brasil convidará a partir do próximo ano as companhias petrolíferas internacionais a disputar os direitos de exploração das jazidas do pré-sal, disse ao jornal Financial Times o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão.

O Brasil suspendeu a venda de concessões no setor "off-shore" dessas jazidas, que, segundo executivos da indústria petrolífera, podem ser tão importantes como as do Mar do Norte.

Lobão reconheceu ao "FT" que o Brasil não poderia assumir sozinho a tarefa de explorar essas reservas. "Certamente teremos leilões no ano que vem, o que significa que as companhias petrolíferas podem começar a preparar suas reservas financeiras", disse o ministro.

Analistas do setor expressaram surpresa por esse anúncio, já que acreditam que o debate legislativo pode ser muito mais difícil que o governo federal parece esperar.

O Brasil vendeu várias concessões nessas jazidas pré-sal antes de seu potencial ser revelado, e prometeu que não modificará os contratos assinados então.

A Petrobras e seus parceiros Exxonmobil, BG, Galp, Repson e Dutch Shell têm trabalho para vários anos na exploração dessas concessões, explica o Financial Times.

Muitos analistas do setor acreditavam que o governo não teria pressa em elaborar a nova legislação, que será polêmica e dificilmente passará o trâmite do Congresso antes de 2010, que é ano eleitoral.

Lobão disse ser favorável a condições restritivas para as novas companhias que se somem ao projeto, e defendeu também uma nova empresa totalmente sob o controle do Governo, que se encarregaria de supervisioná-las.