Tucanos retiram assinaturas da PEC do 3o Mandato

SÃO PAULO, 28 de maio de 2009 - Por pressão do partido, os cinco deputados do PSDB que assinaram a Proposta de Emenda à Constituição 367 comunicaram à Secretaria-Geral da Mesa da Câmara a retirada de seu apoio à PEC, que permite a eleição, pela terceira vez, do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e dos governadores e prefeitos que foram reeleitos e estão cumprindo o segundo mandato.

Os deputados tucanos que pediram a retirada das assinaturas da PEC são: Antonio Feijão (AP), Carlos Alberto Leréia (GO), Eduardo Barbosa (MG), Rogério Marinho (RN) e Silvio Torres (SP). Mais cedo, o presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), disse que o partido deveria punir os que assinaram a PEC. Com a retirada das assinaturas dos cinco deputados, o número caiu de 183 para 178.

O presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer (PMDB-SP), determinou à Secretaria-Geral da Mesa que funcione até as 22 horas de hoje (28) para que os deputados interessados possam retirar suas assinaturas da proposta.

(Redação - InvestNews)