Recessão pode terminar apenas em 2011

SÃO PAULO, 28 de maio de 2009 - A Autoridade de Serviços Financeiros (FSA, em inglês) estimou hoje que o Reino Unido ainda pode precisar de mais dois anos para ver o final da crise. De acordo com comunicado, o Produto Interno Bruto (PIB) pode chegar nos próximos trimestres a uma queda recorde de 6% e a taxa de desemprego pode alcançar 12% da população ativa.

O Reino Unido enfrenta a pior recessão desde a Segunda Guerra Mundial. Segundo o governo, a economia britânica contraiu 1,9% no primeiro trimestre deste ano - a maior queda desde 1979 -, enquanto o desemprego ficou acima de 7% em março, com mais de 2,21 milhões de desempregados

(Redação com agências internacionais - InvestNews)