Obrigações com FMI podem alcançar US$ 10 bi

SÃO PAULO, 27 de maio de 2009 - A Rússia pode investir US$ 10 bilhões em obrigações do Fundo Monetário Internacional (FMI) para ajudar a aumentar os recursos financeiros deste organismo credor, disse hoje ministro russo das Finanças, Alexei Kudrin, durante uma reunião com o presidente russo, Dimitri Medvedev, transmitida pela televisão.

"Espero que este dinheiro sirva para responder às consequências da crise mundial e apoiar os Estados que mais sofreram com a crise financeira mundial, inclusive os que estão perto de nós", respondeu o chefe de Estado russo.

O FMI está trabalhando na emissão de suas primeiras obrigações.

Durante a Cúpula do G20 em Londres, em 2 de abril, as economias desenvolvidas e as emergentes concordaram em desbloquear US$ 1,1 trilhão para apoiar os países em dificuldades no contexto da crise mundial.

(Redação com agências internacionais - InvestNews)