Desemprego aumenta para 15,3% no país

SÃO PAULO, 27 de maio de 2009 - O desemprego aumentou em abril se comparado com março no conjunto de seis regiões metropolitanas (Belo Horizonte, Distrito Federal, Porto Alegre, Recife, Salvador e São Paulo) pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos (Dieese). De acordo estimativa do Dieese, o contingente de desempregados atingiu 3,07 milhões de pessoas em abril, 69 mil a mais do que no mês anterior. Com isso, a taxa de desemprego saltou de 15,1% para 15,3% - a terceira alta consecutiva.

Embora tenha registrado aumento do nível de desemprego, a pesquisa constatou que o ritmo do crescimento desacelerou. Em abril foram criadas 52 mil vagas, insuficiente para absorver a entrada de 122 mil pessoas no mercado de trabalho.

Por outro lado, o Dieese revela que o nível de ocupação cresceu 0,3%. O total de ocupados nas seis regiões investigadas foi estimado em 17 milhões de pessoas. Enquanto que População Economicamente Ativa (PEA) está estimada em 20 milhões trabalhadores.

Devido a base de coleta, há atraso nos dados sobre renda dos brasileiros. Diante disso, foi verificado que em março o rendimento médio real dos ocupados caiu 0,8%, para R$ 1.203. Já os assalariados tiveram redução de 0,3%, para R$ 1.272.

(Redação - InvestNews)