Codefat libera de R$ 100 mihões para motos

SÃO PAULO, 27 de maio de 2009 - A Abraciclo, Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo) anunciou hoje que foi liberado uma linha de crédito de R$ 100 milhões para o segmento dos motofretistas (profissionais credenciados a desenvolverem atividades remuneradas para transporte de cargas e documentos através de motocicletas ou motonetas).

Hoje o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) realizou uma reunião em Brasília para discutir a operação.

Com isso, o recurso estará disponível às instituições financeiras oficiais federais pelo Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). O objetivo é que os motofretistas possam adquirir uma motocicleta zero quilômetro de até 150 cilindrada.

O motofretista poderá financiar até 100% do valor do veículo, em 24, 36 ou 48 meses, respeitando o teto financiável de até R$ 8.500,00.

Em comunicado, Moacyr Alberto Paes, diretor executivo da associação, afirmou que a linha de crédito é um forte incentivo para a categoria, uma vez que proporciona melhorias na condição de trabalho dos profissionais do segmento e colabora para a modernização da frota.

"A Abraciclo comemora esta decisão do governo federal junto aos parceiros do Sindimoto e da Força Sindical. A liberação da linha de crédito de R$ 100 milhões é prova de que o trabalho conjunto entre as entidades e os órgãos competentes traz apenas bons resultados para o setor motociclístico nacional", considera Paes.

Depois de aprovado, o recurso de R$ 100 milhões aguarda agora os trâmites administrativos para ser repassado do FAT às instituições financeiras.

(Redação - InvestNews)