Títulos protestados em abril caem 19,4% em SP

SÃO PAULO, 13 de maio de 2009 - Pesquisa realizada pelo Instituto de Estudos de Protesto de Títulos - Seção São Paulo junto aos 10 tabeliães de protesto da capital de São Paulo - revelou que em abril de 2009 foram protestados 74.926 títulos. A queda foi de 19,4% em relação aos 92.962 de março, enquanto a queda em relação aos 77.973 títulos protestados em abril de 2008 foi de 3,9%.

O total bruto de títulos apresentados ao Serviço Central de Protesto de Títulos voltou a cair muito levemente: 206.034 títulos, contra 206.342 em março. Do total, foram devolvidos como irregulares 22.354 títulos. Restaram apenas em condições de ir para protesto 183.988. Mas, apenas 74.926 foram efetivamente protestados, porque a imensa maioria foi paga logo após a intimação. Em abril, os cancelamentos de protestos atingiram 22.62 títulos contra 25.479 em março.

Dos títulos protestados, somente 17,56% foram cheques - 13.161 contra 15.012 em março. As duplicatas diminuíram também: 45.776 contra 59.124 em março. Já as notas promissórias caíram um pouco, depois do recorde dos últimos tempos: 10.208 contra 10.966 em março. Caíram muito também as letras de câmbio: 3.780 protestadas contra 5506 em março.

Os títulos novos também baixaram um pouco: 1996 contra 2.349 em março. Entre esses títulos, destacam-se bem as cédulas de crédito bancário, que caíram para 1.485 contra 1.744 em março.

(Redação - InvestNews)