Bancos reduzem previsão e esperam queda do PIB em 2009

Portal Terra

SÃO PAULO - Os bancos brasileiros reduziram novamente a projeção do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro para o acumulado de 2009, prevendo retração de 0,01% da economia do País neste ano, contra expectativa de crescimento de 0,3% na pesquisa de março e de 1,9% em janeiro, de acordo com a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban).

Os bancos consultados também indicaram alta na inadimplência, com previsão de 5,9% ao fim do ano, contra 5,4% da pesquisa de março.

A pesquisa "Projeções Macroeconômicas e Expectativas de Mercado", da Febraban, também mostrou que os bancos acreditam em queda de 2,9% na produção industrial, baixa 1,2 ponto percentual maior que a prevista em março.

Apesar disso, os bancos mantiveram a previsão de expansão de 14,2% do crédito no acumulado do ano. Por outro lado, a taxa é menor que os 31,1% de 2008.

Também foi mantida a expectativa que a taxa básica de juros (Selic) termine 2009 em 9,25% ao ano.A previsão é que 2010 se encerre com o mesmo valor.