Ritmo da indústria provoca queda na previsão do PIB

SÃO PAULO, 11 de maio de 2009 - Depois de dois ajustes para cima, o mercado financeiro voltou cortar a previsão para o Produto Interno Bruto (PIB) neste ano, segundo o Boletim Focus elaborado em 8 de maio pelo Banco Central (BC). Os analistas projetam uma queda de 0,44% no PIB em 2009. Há uma semana essa taxa era de 0,3%. Para 2010, a estimativa de crescimento da economia permanece em 3,5% pela nona semana.

A piora se deve ao últimos resultado da produção industrial, que de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) caiu 14,7% no primeiro trimestre frente igual período de 2008. Diante disso, a expectativa quanto ao desempenho da indústria também foi reduzido, saindo de -3,84% para -4,13%. Já para o próximo ano, os profissionais consultados mantiveram em 4% a previsão de crescimento da atividade industrial.

Já a previsão da relação dívida pública (diferença entre despesas e arrecadação do governo) sobre o PIB subiu de 37,45% para 38,6% neste ano, e passou de 36,5% para 36,75% em 2010.

(Vanessa Stecanella - InvestNews)