Inflação semanal avança nas sete capitais pesquisadas pela FGV

Agência Brasil

BRASÍLIA - A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) avançou em todas as capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV). De acordo com levantamento divulgado nesta segunda-feira, a maior aceleração dos preços foi observada em Recife (de 0,66% para 1,09%), que registrou também a taxa mais elevada para o período.

Também foram verificados acréscimos no IPC-S de Belo Horizonte (de 0,80% para 0,85%), Brasília (de 0,05% para 0,41%), Porto Alegre (de 0,52% para 0,56%), do Rio de Janeiro (de 0,29% para 0,35%), de Salvador (de 0,40% para 0,63%) e São Paulo (de 0,50% para 0,56%).

O IPC-S de 7 de maio, conforme levantamento divulgado pela FGV na semana passada, ficou em 0,57%, taxa 0,10 ponto percentual superior à da apuração anterior.

A aceleração foi puxada principalmente pela alta nos preços de despesas diversas (de 2,43% para 3,53%), especialmente cigarros (de 7,48% para 10,97%); e habitação (de 0,28% para 0,39%), influenciada por taxa de água e esgoto residencial (de 0,16% para 0,77%).