ExpoZebu fecha R$ 57 milhões em leilões de gado

SÃO PAULO, 11 de maio de 2009 - Com faturamento final de quase R$ 57 milhões, negociados em leilões, a ExpoZebu 2009 terminou ontem (10), em Uberaba (MG). O último dia da maior exposição de zebuínos do mundo foi marcado pelo anúncio dos grandes campeões e campeãs de várias raças zebuínas. O público também marcou presença. Só ontem, passaram pelo Parque Fernando Costa 40.286 pessoas, totalizando 355.279 em todos os dias de feira. Esse número superou o do ano passado, quando cerca de 330 mil pessoas visitaram o evento.

Os 48 leilões realizados durante a ExpoZebu 2009 geraram um faturamento final de R$ 56.784.330,00. A média geral por lote foi de R$ 42.824,00. O valor mais alto pago por animal na feira, a fêmea nelore Elegance VI da Unimar, alcançou a cifra de R$ 1.498.000,00. Ela foi comercializada durante o leilão Elo de raça, no dia 4 de maio, na Chácara Mata Velha. A fêmea pertencia à Universidade de Marília e foi vendida para E.A.O. Guadalupe/COMAPI.

No mesmo evento, a fêmea Sicca FIV de Garça, que pertencia a Jayme Santos Miranda, teve 50% de sua posse vendida por R$ 861.000,00 para Jayme Nogueira Pinheiro Filho. Outro destaque dos leilões foi o touro da raça gir Jaguar TE do Gavião. Metade da posse do animal, que pertencia a Carlos Roberto, foi vendida por R$ 660 mil para Eduardo Costa, durante o leilão 1º Confiança Gir Leiteiro. Os dados de faturamento dos leilões foram repassados pelas leiloeiras Leilopec, Leilonorte, Remate, Programa, Atual, Nova Leilões e Novasat Leilões. Além dos pregões, os pecuaristas puderam adquirir animais em 12 shoppings de zebuínos, uma modalidade que tem sido bastante difundida entre os criadores.

Os 12 dias de ExpoZebu foram marcados, ainda, por importantes discussões políticas, sanitárias e apresentação de pesquisas na área de meio ambiente. Com o tema ´Zebu: Pecuária Sustentável´, uma das novidades da exposição este ano foi o Projeto de Sustentabilidade, desenvolvido em parceria com diversas entidades.

A iniciativa englobou desde a compostagem dos resíduos do gado, o uso racional de água para lavagem dos animais, a coleta seletiva até a divulgação de novos estudos nessa área. Por dia, a coleta de recicláveis durante a feira chegou a cerca de 500 quilos e o total de óleo de cozinha coletado nos restaurantes e barracas de alimentação foi superior a 600 litros.

(Redação - InvestNews)