Preços nos supermercados sobem 0,4% em SP

SÃO PAULO, 5 de maio de 2009 - Os moradores da zona Norte (Freguesia do Ó, Pirituba Jaçanã, Pari, Santana e Vila Maria) de São Paulo gastaram menos no supermercados em abril, segundo levantamento da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe/USP). É que por lá os estabelecimentos tiveram uma redução de preços de 0,44%, sendo que o custo da cesta básica caiu de R$ 247,73, para R$ 246,64.

Apesar disso, na média geral, no mês passado, foi necessário dispor de R$ 247,76 para adquirir itens básicos nos supermercados paulistanos, o que representa uma alta de 0,40%.

Isso porque o grupo de produtos pesquisados subiu 0,91% na zona Sul I (Campo Limpo, Vila Mariana, Moema e Itaim Bibi), passando para R$ 261,02 em abril. Já no extremo Sul da cidade, foi possível fazer as compras com R$ 241,42 - uma elevação de 0,63% em relação a março.

Na zona Oeste (Lapa, Perdizes, Butantã e Morumbi) houve reajuste de 0,61%, passando de R$ 251,66 para R$ 253,20.

Por outro lado, a zona Leste teve as menores variações. Em bairros como São Miguel, Ponte Rasa, São Mateus, Artur Alvim e Itaquera (Leste II), o custo aumentou de R$ 242,28 para R$ 242,61 - acréscimo de 0,14%. Já nos bairros de Belém, Moóca, Tatuapé, Cambuci e Brás (Leste I) houve reajuste de 0,51%, para R$ 241,65.

(Vanessa Stecanella - InvestNews)