Desaceleração econômica vai guiar Plano Agrícola

SÃO PAULO, 5 de maio de 2009 - O Plano Agrícola e Pecuário 2009/2010 vai trabalhar com um cenário externo de desaceleração econômica e preços abaixo dos praticados em 2008, mas acima da média histórica. No cenário interno, o plano também vai considerar a desaceleração econômica, a redução da taxa de juros e o aumento da poupança rural.

A aprovação do plano será ainda neste mês para ser lançado em junho. O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Reinhold Stephanes, não quis revelar detalhes do plano mas disse que o volume de crédito e as taxas de juros ainda não foram definidas.

De acordo com o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Edilson Guimarães, as perspectivas são de aumentar o crédito, estimular a média agricultura, aprovar o fundo de catástrofe e apoiar a comercialização. ´Vamos usar políticas de preços para garantir renda ao produtor.´

Em relação ao seguro, Guimarães salienta o aumento da área assegurada no País. Este ano, a expectativa é de que 7,5 milhões de hectares sejam assegurados, enquanto que em 2008, 4,7 milhões de hectares possuíam seguro.

(Sérgio Toledo - InvestNews)