Dado sobre auto é uma conquista, diz Fenabrave

SÃO PAULO, 5 de maio de 2009 - O presidente da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), Sérgio Reze, afirmou hoje que os dados sobre as vendas de automóveis e comerciais leves referentes a abril representam uma conquista para o setor automobilístico.

Em abril, as vendas de automóveis e comerciais leves somaram 224.413, volume 14% menor, em relação ao mês anterior. No entanto houve crescimento de 0,13% nos quarto primeiros meses deste ano, frente ao mesmo período de 2008.

"As 224.413 unidades vendidas em abril mostram a conquista do nosso setor, em função da deterioração da economia no último trimestre do ano passado", ressaltou o presidente da Fenabrave.

Reze complementou ainda que este número "significa que o setor ajuda a economia e nos deixa com a visão de que o ano de 2009 não será um desastre", complementa o executivo, excluindo o setor de caminhões de seu comentário.

Em relação a prorrogação

da isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), o presidente da Fenabrave não quis comentar sobre o assunto, mas acredita que o governo não vai renovar a isenção. "A isenção do IPI foi indutor para o desempenho do quadrimestre, uma vez que os consumidores aproveitaram o momento para a compra", disse.

De 20 de dezembro de 2008 a 13 de março deste ano, o governo brasileiro arrecadou 44,2% a menos com a isenção do IPI, somando no período R$ 748 milhões. Caso não houvesse a tributação, o governo arrecadaria R$ 1,340 bilhão.

Leia mais sobre o assunto em instantes.

(Déborah Costa - InvestNews)