Venda de imóveis sobe, mas não sinaliza recuperação

SÃO PAULO, 4 de maio de 2009 - O índice que mede o número de contratos de compra e venda de imóveis usados nos Estados Unidos apresentou avanço de 3,2% em março quando comparado com fevereiro, mês no qual houve avanço de 2,1%. Os dados vieram acima do esperado pelo mercado.

"Precisamos de vários meses de crescimento para demonstrar uma recuperação do mercado, o que é necessário para uma virada na economia como um todo", afirma Lawrence Yun, economista chefe da Associação Nacional de Corretores de Imóveis dos Estados Unidos (NAR), que publica o índice Pending Home Sales.

(Gustavo Kahil - InvestNews)