Índice de commodities fecha perto do maior nível em 4 meses

REUTERS

NOVA YORK - O índice Reuters-Jefferies CRB, referência global de commodities, fechou perto do maior patamar em quatro meses nesta segunda-feira, quando os mercados de matérias-primas passaram por um rali em meio a um maior apetite dos investidores por risco.

A cesta de 19 futuros de commodities que compõe o RJ/CRB fechou com alta de 3,34 pontos, ou 1,5 por cento, a 232,38 pontos.

Os futuros do petróleo nos EUA atingiram o maior nível em cinco semanas após a alta das ações em Wall Street, em meio a sinais de que os bancos americanos estão em melhor forma do que há alguns meses e de que as vendas de moradias no país estão melhorando.

O ouro ultrapassou a marca de US$ 900 por onça e o cobre, principal metal industrial, atingiu o maior patamar em duas semanas em Nova York. Já a soja ampliou a alta de sexta-feira em Chicago.