Entrega supera em 5 mil previsões da Receita

BRASÍLIA, 4 de maio de 2009 - A Receita Federal divulgou que as entregas das declarações do Imposto de Renda Pessoa Física (PF) 2009 somaram 25.565 milhões. O número superou em 5 mil as previsões da Receita Federal. "Essa é a primeira vez que o número de registros supera as nossas previsões", disse Adir.

No ano passado, as declarações do IR somaram 24 milhões, número abaixo das previsões do órgão que eram de 24,5 milhões. A média anual das declarações em atraso dos últimos anos é de 1 milhão. Este ano, porém, a média dos documentos não entregues foi de 500 mil. Adir atribui o resultado "favorável" das declarações à divulgação na imprensa. Além disso, a internet é uma ferramenta que facilita as declarações. Para Adir, o contribuinte tem usado cada vez mais a rede para fazer tal serviço. "O contribuinte tem deixado de declarar o imposto em formulário", disse, ao informar que as declarações pelo papel somaram apenas 100 mil.

No entanto, o contribuinte ainda deixa para última hora a entrega da declaração do imposto. Reflexo disso, informou o supervisor, nos últimos dois dias os registros de declarações foram de quase 6 milhões. Apenas no penúltimo dia, em que fluxo tradicionalmente é maior do que os demais dias, houve um pico de 2.954 milhões declarações. Apesar de ter sido o maior volume da história, não houve congestionamento no sistema da Receita este ano.

Os contribuintes que ainda não acertaram suas conta com o Fisco podem rever sua situação, mas com pagamento de multa pelo atraso. Para aqueles que têm direito à restituição de IR, a multa será de R$ 165,74. No caso dos contribuintes com imposto a pagar, a multa pelo atraso é de 1% do imposto devido por mês. A multa máxima é de 20% do imposto devido, conforme o entendimento do diretor da consultoria Gasparino, Fabro, Roman e Sachet Advocacia, Felipe Lückmann Fabro.

(Viviane Monteiro - InvestNews)