Clima de otimismo e fluxo menor derrubam dólar

SÃO PAULO, 4 de maio de 2009 - Os mercados mundo afora iniciam a semana em clima de otimismo, em meio aos sinais de estabilização da economia norte-americana e chinesa. Neste cenário, o preço das commodities e as ações disparam, enquanto que a procura por dólares cai. Instantes atrás, o dólar comercial cedia 1,28%, para R$ 2,152 na compra e R$ 2,154 na venda. Segundo analistas, a entrada de recursos de uma estatal de grande porte contribuía com a trajetória do câmbio.

O setor manufatureiro chinês se expandiu pela primeira vez em nove meses, passando de 44,8 pontos em março para 50,1 pontos em abril. Nos Estados Unidos, os rumores de que a Fiat pretende comprar quase todas as operações internacionais da General Motors trazem euforia às bolsas de Wall Street. No pré-market, as ações da montadora de Detroit subiam cerca de 5%.

No mercado doméstico, os analistas consultados pelo Banco Central (BC) passaram a prever menor contração do Produto Interno Bruto (PIB) em 2009. Segundo boletim Focus, as projeções passaram de queda de 0,39% na semana anterior para baixa de 0,30%. O cenário para 2010 foi mantido, apontando crescimento de 3,5%.

(Simone e Silva Bernardino - InvestNews)