BofA e Citi precisam de US$ 10 bi adicionais

SÃO PAULO, 4 de maio de 2009 - O Bank of America (BofA) precisa de US$ 10 bilhões para reforçar sua posição, caso não consiga convencer as autoridades de Washington de sua solidez econômica no chamado "teste de estresse" dos bancos, destaca neste domingo um importante jornal do Reino Unido.

"Fontes ligadas ao caso revelaram que Citigroup, BofA e ao menos outras duas entidades de crédito tentarão convencer o Tesouro e o Federal Reserve (Fed), nesta segunda-feira, de que as conclusões do 'teste de estresse' sobre sua saúde financeira são excessivamente pessimistas", revela o site do jornal britânico.

A imprensa já havia informado, na sexta-feira, que o Citigroup poderia necessitar de US$ 10 bilhões de capital novo, além dos US$ 45 bilhões que recebeu do Estado a partir do outono.

A pedido do Tesouro, o Fed e outros reguladores financeiros dos EUA submeteram os 19 principais bancos americanos a "testes de estresse" para medir sua capacidade de enfrentar uma forte e longa degradação da conjuntura econômica.

(Redação com agências internacionais - InvestNews)