Asiáticos criam fundo de US$ 120 bi contra crise

Jornal do Brasil

DA REDAÇÃO - Os 10 países da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean) junto com a China, Coreia do Sul e Japão acertaram a criação de um fundo de emergência com verba de US$ 120 bilhões, no primeiro movimento independente no continente para enfrentar a crise.

O fundo anunciado durante a reunião anual do Banco Asiático de Desenvolvimento (BAD), que termina terça-feira na ilha indonésia de Bali servirá para ajudar as nações cujos sistemas econômicos apresentem possibilidade de entrar em colapso devido à crise.

China e Japão fornecerão 32% do dinheiro cada um, enquanto a Coreia do Sul colaborará com 16% e as nações da Asean fornecerão os 20% restantes.

Entre as nações da associação, os países que mais contribuirão para a constituição do fundo contra a crise serão Indonésia, Cingapura, Tailândia e Malásia, com US$ 4,77 bilhões cada uma.

O Japão anunciou a formação de um fundo em separado com 6 trilhões de ienes (cerca de US$ 60 bilhões) com este mesmo fim.

O Banco Asiático do Desenvolvimento anunciou uma série de medidas para enfrentar a situação econômica durante o fim de semana, entre as quais se conta o aumento de sua atividade de crédito às nações mais pobres da região em US$ 10 bilhões nos próximos dois anos, para um total de US$ 32 bilhões.