Presidente da Fiat quer parceria com Opel

JB Online

JB ONLINE - O presidente da Fiat, Luca Cordero di Montezemolo, afirmou que a empresa alemã Opel seria "a parceira ideal" para a empresa italiana depois da aliança feita com a Chrysler, de acordo com matéria publicada neste domingo pelo jornal italiano "Corriere della Sera". Montezemolo acredita que ter a Opel como parceira seria "uma extraordinária oportunidade" e significaria para a Fiat "fechar o círculo".

Montezemolo deu essa declaração depois das informações publicadas sobre o interesse da Fiat em entrar na Opel, uma semana antes de se concretizasse o acordo com a Chrysler.

Sobre esta última aliança, Montezemolo disse que a Fiat, sozinha, "poderia sobreviver, não ser protagonista", e que, portanto, ter se "antecipado à mudança" que vai ocorrer na indústria automobilística mundial terá "efeitos positivos" para o grupo italiano.

"Com a Chrysler hoje. E com algum outro, espero, nos próximos meses", acrescentou.

O empresário italiano confessou que sabe que a Fiat está agora "sob o olhar do mundo" e que está consciente de que é "de uma tarefa muito difícil".

"É uma ocasião única" - ressaltou Montezemolo.