Dólar opera instável em dia de formação de Ptax

SÃO PAULO, 30 de abril de 2009 - Após duas sessões consecutivas de desvalorização, o câmbio inicia o último dia do mês de forma instável. A tradicional disputa pela formação da Ptax (média oficial do dólar), que liquidará o contrato futuro de dólar de maio, deve trazer ainda mais volatilidade ao câmbio. Instantes atrás, a moeda norte-americana subia 0,55%, para R$ 2,184 na venda.

Nos mercados internacionais, os investidores se mostram mais confiantes e com apetite por risco, após os números de a produção industrial japonesa mostrar crescimento de 1,6% em março, superando as estimativas. A temporada de balanços contábeis também segue a todo vapor e entre os destaques estão os desempenhos melhores do que o esperado da Procter & Gamble e da Basf. No entanto, a cautela com possíveis desdobramentos negativos sobre a Chrysler - vence hoje o prazo a montadora concretizar sua parceria com a Fiat - e com o setor bancário dos Estados Unidos devem conter um pouco a atual euforia dos mercados financeiros globais.

As notícias macroeconômicas também não são das melhores. O Escritório de análises econômicas dos EUA informou que os gastos dos consumidores recuaram 0,2% em março, mais do que o previsto. Por outro lado, os pedidos semanais pelo seguro desemprego diminuíram em 14 mil, passando de 645 mil para 631 mil na semana passada.

(Simone e Silva Bernardino - InvestNews)