Avião Ipanema deve manter ritmo de vendas

RIBEIRÃO PRETO (SP), 30 de abril de 2009 - As vendas do avião Ipanema movido a álcool, da Embraer, devem manter o mesmo ritmo do ano passado, quando 32 aeronaves foram comercializadas, das quais 95% do modelo a etanol. De acordo com o diretor comercial da empresa, Fabio Carretto, o fato de o avião ser movido a álcool ajuda na tomada de decisão do comprador. 'O custo operacional da aeronave a álcool pe muito menor do que a operada com gasolina', disse, durante a Agrishow, em Ribeirão Preto (SP).

Segundo Carretto, o álcool chega a ser até três vezes mais barato do que a gasolina. "A eficiência também é melhor porque a potência do motor é 7% maior do que a gasolina." Além disso, há o fator ambiental. As emissões de gases poluentes são bem menores.

O Ipanema é usado na pulverização de lavouras. O mercado de aviação agrícola brasileiro é o 2º maior do mundo e cerca de 75% da frota é do modelo Ipanema. A aeronave também pode ser usada no combate a incêndios, reboque de planadores e povoamento de rios.

"o mesmo produto das bombas dos postos." O tanque do avião tem capacidade para cerca de 260 litros.

(Sérgio Toledo - InvestNews)