Após corte, Brasil perde liderança para China

SÃO PAULO, 30 de abril de 2009 - Com a queda de 1 ponto percentual (p.p) na taxa básica de juros (Selic), de 11,25% para 10,25%, promovida ontem pelo Comitê de Política Monetária (Copom), o Brasil perdeu a liderança entre os países que mais pagam juros reais no mundo. Com taxa real de 5,8%, o País assume a 3ª posição dentre as 40 maiores economias. Fica, então, atrás da China (6,6%) e da Hungria (6,4%), e imediatamente à frente da Argentina (4,3%).

De acordo com Marcos Crivelaro, professor da FIAP, o Brasil não ocupava essa posição desde novembro de 2003. "E o corte na Selic só não foi maior em razão de alguns temores do Banco Central, como o medo de fuga de recursos dos fundos, alta de consumo e da inflação", afirma.

(Redação - InvestNews)