Santander sofre queda de 5% em seu lucro líquido no 1º trimestre

Agência AFP

MADRI - O primeiro banco espanhol, o Santander, anunciou nesta quarta-feira um lucro líquido em baixa de 5% no primeiro trimestre do ano, a 2,096 bilhões de euros (2,7 bilhões de dólares), devido à situação dos bancos britânicos sob seu controle pelos efeitos desfavoráveis da crise financeira mundial.

- O resultado líquido foi afetado pela incorporação das aquisições do Alliance & Leicester (A&L) e os depósitos e canais de distribuição do Bradford & Bingley (B&B) no Reino Unido - indica o Santander em um comunicado.

Também afetaram seus resultados a queda da libra esterlina frente ao euro, que fez retroceder os resultados em euros dos bancos britânicos. Também influiu a desvalorização das moedas na América Latina, onde o banco de Emilio Botín está muito presente.

A margem de lucros brutos do Santander cresceu 12%, a 9,454 bilhões de euros, e a margem líquida foi de 15,4% a 5,374 bilhões.