Governo deve dar crédito de R$ 3 bi para avicultores

Jornal do Brasil

DA REDAÇÃO - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior estudam a criação de linha de crédito de até R$ 3 bilhões para melhorar o capital de giro das indústrias de frango, informou quarta-feira o ministro Miguel Jorge.

Temos de criar uma ponte declarou o ministro, referindo-se à linha que teria o objetivo de aumentar o fôlego das companhias afetadas pela crise de crédito.

O Brasil é o maior exportador mundial de carne de frango. Em março, as vendas externas do país recuperaram-se ante fevereiro, mas ainda estão em queda na comparação com o mesmo mês do ano passado, especialmente em valores.

Além de problemas com a crise de crédito, algumas companhias, como a Sadia, apresentaram perdas com derivativos cambiais.

De acordo com o ministro, a linha deve ter o objetivo de ajudar tanto indústrias quanto produtores de aves, que trabalham geralmente de forma integrada com as empresas processadoras. Jorge afirmou que a crise afeta especialmente produtores de Santa Catarina.

Reação

O Banco do Brasil anunciou que as operações de financiamento à exportação com contratos de adiantamento ACC/ACE obtiveram resultado de US$ 1,033 bilhão em março. O número representa incremento de 54% em relação a fevereiro deste ano e 19% em comparação ao mesmo mês de 2008.